background



Mindfulness

Muitos dos nossos sofrimentos se devem ao funcionamento da mente em ficar tentando reviver o passado, remoendo algo já ocorrido ou preocupando-se com algo que ainda não ocorreu. A dor física ou mental que sentimos já passou. Quando relembramos uma dor passada, sofremos de novo como se estivesse acontecendo no agora. Mas não está, já passou, já não é real. Os sofrimentos imaginados no futuro também são apenas isso: imaginados. Não são reais. No momento presente a maior parte do sofrimento se dissipa. Quando focamos a nossa atenção no momento atual, mas focamos totalmente mesmo, sem relembrar o passado, sem pensar nada a respeito do futuro, sentimos paz. O momento presente nos liberta.

Tudo o que você já viveu é uma mera lembrança nublada na sua mente. Só conseguimos viver com nitidez o momento presente.

Na verdade, o momento presente é a única realidade que existe. O futuro ainda não chegou, mas quando chegar, também será vivenciado como o momento presente. Já pensou nisso? O futuro nunca chega, é sempre, sempre o presente. Mas nós vivemos mentalmente mais no passado e no futuro do que no momento atual e isso causa muito dos nossos sofrimentos.

Praticar mindfulness é estar inteiramente presente no agora. É ter consciência das suas sensações corporais, da sua respiração e do ambiente a sua volta. É apreciar a beleza de cada momento.

Mindfulness é lavar a louça com o objetivo de lavar a louça, e não para terminar rápido para fazer outra coisa. Mindfulness é sentir o sabor do pedaço de sobremesa que está na boca, e não mastigar já pensando no próximo pedaço. Também não é estar totalmente ausente das sensações enquanto mastiga por estar ocupado pensando em uma conversa que teve ou no que tem para fazer. Quando lavamos louça pensando no que iremos fazer após, não estamos realmente presentes ao lavar a louça. E se você não estava presente ao lavar a louça, provavelmente também não conseguirá estar quando estiver fazendo outra coisa. Dessa forma a sua vida passa sem você estar presente! A sobremesa ingerida sem prestar atenção não te satisfaz. Você come e nem percebe que comeu, termina e fica procurando algo mais. Mindfulness te faz estar consciente de cada momento. Apenas realmente vivemos quando estamos presentes em mindfulness.

Para treinar mindfulness, comece a prestar atenção a cada sensação do seu corpo... Em qual posição você está neste momento? Está confortável? Está com a coluna ereta? Como está a sua respiração? Qual é a sensação dos sapatos nos pés? Observe também, atentamente, tudo a sua volta. Que sons você está ouvindo? Como a luz está causando brilhos nos objetos? As folhas estão balançando? Qual a sensação da brisa no seu rosto?

Conforme observar as sensações no seu próprio corpo e observar o ambiente, procure não julgar e não interpretar nada. Por exemplo, procure não pensar que está com dor nas costas e que portanto precisa ir ao médico. Você está com uma sensação desconfortável nas costas. Ponto. Não pense qual o significado ou consequência de nada que você observa. Apenas observe e procure encontrar beleza em tudo o que vê. Simultaneamente, enquanto presta atenção nas suas sensações corporais, cores, aromas texturas e luzes, mantenha também a sua atenção na sua respiração.

Respiração é a ponte que conecta o corpo aos pensamentos. Quando a nossa mente fica agitada, podemos usar a respiração para aquietá-la. Precisamos aprender a respirar corretamente para manter mindfulness, uma vez que a respiração é uma excelente ferramente para prevenir a dispersão da mente.

Para aquietar a mente, a respiração deve ser leve, regular e longa, de preferência iniciando no abdômen. Deve ser silenciosa e fluida. E devemos ficar plenamente conscientes da sensação do ar entrando e de estarmos inspirando ou expirando. Preste atenção na sensação do ar passando pelas narinas. É morno? É frio? Está passando lentamente? Preste atenção ao fato de estar respirando. Quando estiver inspirando, saiba que está inspirando. E quando estiver expirando, saiba que está expirando. Perceba-se acalmando e sossegando os pensamentos enquanto respira.

Quando você estiver vivenciando alguma emoção negativa, ou quando estiver achando difícil praticar mindfulness, retorne a atenção à sua respiração. Respirar com atenção já é praticar mindfulness. É uma forma incrível de retomar a sua consciência. Com a respiração você retoma o controle do corpo e da mente. Você é puxado de volta ao momento presente, onde consegue encontrar paz. No momento presente a maior parte dos sofrimentos se dissolve. Mindfulness traz libertação.

Trecho adaptado do livro “Transforme seus pensamentos, transforme sua vida”, de minha autoria.