background



Você sabia que é possível treinar o seu cérebro para ter um funcionamento de alta performance?

A primeira coisa que você precisa saber sobre o seu cérebro para aprender a fazer o melhor uso possível dele é saber a forma que os seus pensamentos o afetam.

Talvez você já tenha percebido que o nosso cérebro funciona melhor em situações positivas. Todos lembramos de situações em que o nervoso causa “brancos” nas provas, ou situações em que as pessoas ficam “cegas de raiva”. O que talvez você não saiba são as descobertas de uma pesquisadora americana que vem estudando os estados mentais positivos e negativos e seus efeitos no funcionamento do cérebro há mais de 40 anos. Seus achados são valiosíssimos.

Barbara Fredrickson e sua equipe, através de inúmeros estudos, constatou detalhadamente o impacto de pensamentos de teor negativo debilitando o funcionamento do cérebro. Ela demonstrou que influências negativas, como assistir um filme violento ou ouvir uma frase pessimista diminuem a nossa criatividade, memória, performance ao responder questões e até mesmo a nossa capacidade de enxergar, literalmente, o que está à nossa frente. Influências positivas como assistir a um filme inspirador ou ouvir uma frase motivante tem o efeito oposto, aumentando a nossa criatividade, capacidade de raciocínio e de solucionar problemas.

A conclusão da pesquisadora é que o nosso dia é repleto de eventos positivos e algumas intercorrências negativas. No entanto, o modo como encaramos o dia modifica totalmente o seu andamento. Isso significa que parte das intercorrências são inevitáveis, mas grande parte delas são decorrentes do funcionamento do nosso cérebro e portanto influenciáveis pelos nossos pensamentos.

Por exemplo, em uma manhã em que perdemos a hora de despertar, se pensamos “Lascou, agora não vou ter tempo de fazer nada o que planejei para hoje” o seu dia continua piorando. Isso porque o nosso cérebro é afetado por este pensamento negativo que prejudica o seu funcionamento. Então agora, além de estar atrasado, você não encontra o seu sapato (pois não está enxergando com tanta atenção), derruba café na roupa (pois a sua destreza foi prejudicada), chega irritadíssimo no trabalho e não tem foco para responder os e-mails, o que atrasa ainda mais o andamento do trabalho e piora ainda mais o seu humor. É uma espiral negativa. Ela explica que qualquer pessoa, com alguns pensamentos, pode rapidamente entrar nessa espiral e se sentir cada vez pior, mas qualquer pessoa também pode entrar em uma espiral positiva no topo da qual você se sente muito bem, seus pensamentos são focados, você é hábil e ágil e tudo flui bem. É o que alguns autores descrevem como estado de flow. É o melhor funcionamento do cérebro humano. É o que todos deveríamos almejar simplesmente porque é muito prazeroso estar neste estado e também porque não queremos andar por aí com um cérebro funcionamento muito aquém do que deveria e criando distorções da realidade (que é o que fazemos quando estamos negativos).

A boa notícia é que o nosso cérebro é absolutamente treinável. Ao contrário do que se pensava até algumas décadas atrás, o nosso cérebro se modifica todos os dias. Até o final das nossas vidas. Novos neurônios nascem, sinapses são criadas e outras são desfeitas. Isso significa que muito do que pensamos que é o nosso funcionamento e que não temos muita escapatória na verdade é a forma em que nos treinamos a ser. Mas assim como nos treinamos a ter esse funcionamento, podemos treinar qualquer coisa que desejamos. Inclusive podemos treinar o nosso cérebro a focar a nossa atenção nos aspectos positivos da realidade ao invés de focar nos negativos (que é o que a maioria de nós faz).

Que o treinamento para um funcionamento mental de alta performance possa começar!

Trecho adaptado do livro “Transforme seus pensamentos, transforme sua vida”, de minha autoria.